sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

II CICLO LITERATURA COMENTADA: O TEXTO LITERÁRIO ENTRE LINHAS



Estão abertas as inscrições para o "II Ciclo Literatura Comentada", que será realizado entre os dias 17 de maio a 13 de dezembro de 2014. 




O objetivo do projeto “Ciclo Literatura Comentada” é formar leitores literários no curso de graduação em Letras, para que estes, quando docentes, possam vir a contribuir com a formação de novos leitores literários, e desenvolver leituras de obras literárias consideradas como obrigatórias para os graduandos em Letras e futuros professores de literatura.
O projeto em enfoque, a ser realizado no período entre 17 de Maio e 13 de dezembro de 2014, desenvolver-se-á em dez encontros, em cada um dos quais serão estudadas obras literárias previamente selecionadas, conforme a programação aqui apresentada (ver item V). No decorrer desses encontros, serão expostos materiais multimidiáticos, objetivando-se, com essa prática, ampliar o conhecimento acerca do contexto histórico de escritores e suas respectivas obras. Na sequência, professores convidados comentarão as obras em estudo, abrindo-se, com isso, espaço para um debate entre o público presente. Assim, aos estudantes será dado contribuir para o enriquecimento do seminário, fomentando-se, com isso, o posicionamento crítico dos envolvidos no debate. Ao final do Ciclo, em uma data pré-estabelecida, cada participante poderá apresentar, no máximo, duas análises acerca das obras literárias elencadas. O envio dos trabalhos deve ser feito até a data determinada no cronograma (ver formas de participação). Os artigos serão avaliados por uma comissão científica composta por professores da área de Literatura, que irão escolher os melhores trabalhos para serem publicados em livro.
As obras literárias escolhidas para serem lidas e comentadas durante o Ciclo Literatura Comentada são aquelas incluídas na lista indicada nos dois últimos Exames Nacionais de Desempenho de Estudante (ENADE 2008 E 2011), tal como estão dispostas na portaria nº 131, de 7 de agosto de 2008, e Portaria Inep nº 222 de 26 de julho de 2011. Além de contribuir para a prática da leitura literária, O Ciclo Literatura Comentada também possibilita aos estudantes um conhecimento aprofundado dessas obras, apontando tal fato para a importância da realização do projeto no âmbito universitário.
Compõem o público alvo deste projeto graduandos e graduados no curso de Letras, professores de Educação Básica, pesquisadores e demais interessados. O evento será limitado a 170 pessoas.

COMISSÕES
a)      Coordenação Geral:
Profa. Dra. Vilma Mota Quintela
b)      Comissão Científica:

Prof. Me. Álvaro César Pereira de Souza (FSLF)
Prof. Me. João Escobar Menezes (FSLF/FAC. ATLÂNTICO/NEC-UFS)
Prof. Me. Márcio Cardoso Lima (FSLF)
Profa. Ma. Sara Rogéria Santos Barbosa (FSLF/NEC-UFS)
Profa. Dra. Vilma Mota Quintela (FSLF/NEC-UFS)

c)      Comissão Executiva:

Ariosvaldo Leal de Jesus (FSLF / NEC-UFS)
Clayton Roberto dos Santos (FSLF / CALVM)
Ellen dos Santos Oliveira (UFS / NEC-UFS)
Fábio Silva Santos (FSLF / CALVM)
Gilvaneide Batista Silva (PIO – X)
Grace Kelly Caldas da Silva (FSLF)
Luiz Carlos Nascimento da Hora (FSLF)
Márcio Souza de Jesus (FSLF / CALVM)
Miqueias Moreira de Araujo (FSLF / CALVM)
Yasmim Raquel Freitas Araújo (FSLF / CALVM)


PROGRAMAÇÃO PROVISÓRIA
v  Dia 17 de maio de 2014: das 13h às 18h
Credenciamento;
Abertura oficial do evento;
Palestra: “O texto literário entre linhas: a literariedade em questão”.
              Profa. Vilma Mota Quintela (FSLF)
              Doutora em Letras e Linguística pela Universidade Federal da Bahia
Debate;
Sarau: “Poesia em transe”.

v  Dia 31 de Maio de 2014: das 14h às 18h
Palestra: “Os Maias, de Eça de Queiroz”.
                Profa. Fernanda Cristina da Encarnação dos Santos (CLEPUL / NEC-UFS)
                Doutoranda em História pela Universidade Federal de Santa Catarina
Debate;
Exposição de Documentário “Vida e obra de Eça de Queiroz”.

v  Dia 14 de Junho de 2014: das 14h às 18h

Mesa: “Alina Paim”.
Coordenadora: Profa. Ana Maria Leal Cardoso (UFS)

Palestra: “A literatura infantil de Alina Paim”.
               Profa. Ana Maria Leal Cardoso (UFS)
               Doutora em Letras pela Universidade Federal de Alagoas

              Palestra: "Estrada de Liberdade, de Alina Paim”
              Profa. Fabiana dos Santos (Fac. Maurício de Nassau)
              Mestra em Letras pela Universidade Federal de Sergipe

             Palestra: “A Sombra do Patriarca, de Alina Paim”.
             Profa. Luciana Novais Maciel (Pio - X / FJV)
             Mestra em Letras e Linguística pela Universidade Federal de Alagoas
             Prof. Emerson Maciel Santos
             Poeta, jornalista e escritor

Debate.

v  Dia 19 de julho de 2014: das 14h às 18h

Mesa: “Machado de Assis”
Coordenador: Prof. José Costa Almeida (FSLF)

Palestra: “Memórias Póstumas de Brás Cubas, de Machado de Assis”.
               Prof. José Costa Almeida (FSLF)
               Especialista em Literatura Brasileira
                Mestrando em Letras pela Universidade Federal de Sergipe

Palestra: “Memorial de Aires, de Machado de Assis”.
               Profa. Ellen dos Santos Oliveira (FSLF / NEC-UFS)
                Mestranda em Letras pela Universidade Federal de Sergipe
Debate;
Exposição da adaptação fílmica da obra Memórias Póstumas de Brás Cubas, de Machado de Assis.

v  Dia 16 de agosto de 2014: das 14h às 18h

Palestra: “O Primo Basílio, de Eça de Queiróz”
             Prof. Álvaro César Pereira de Souza (FSLF)
              Doutorando em Letras pela Universidade Federal da Bahia
Debate;
Exposição da adaptação fílmica da obra O Primo Basílio, de Eça de Queiróz.

v  Dia 13 de setembro de 2014: das 14h às 18h

Palestra: “Tarde da noite, de Luiz Vilela”
              Prof. Rauer Ribeiro Rodrigues (UFMS)
             Professor de Literatura Brasileira na UFMS; 
             Doutor em Estudos Literários pela UNESP de Araraquara;
             Pós-Doutor pela UERJ;
             Atua no Mestrado em Letras da UFMS de Três Lagoas;
             Editor-chefe da Guavira Letras;
             Coordenador do Grupo de Pesquisa Luiz Vilela – GPLV. 

Debate;
Exposição de “Bóris & Dóris - o filme”, adaptação da novela homônima dirigida por Rauer com alunos da UFMS do Câmpus do Pantanal.

v  Dia 04 de outubro de 2014: das 14h às 18h

Palestra: “Lucíola, de José de Alencar”.
              Profa. Sara Rogéria Barbosa Santos (FSLF / NEC-UFS)
              Mestra em Educação pela Universidade Federal de Sergipe
Debate;
Exposição da adaptação fílmica da obra “Lucíola”, de José de Alencar.

v  Dia 25 de outubro de 2014: das 14h às 18h

Palestra: “O tempo e o vento, de Érico Veríssimo”.
             Profa. Roselusia Teresa Pereira de Morais (FSLF)
              Doutoranda em Educação pela Universidade Federal de Pelotas

Palestra: “O filho do Vampiro’, de Julio Cortazar”
               Profa. Ellen dos Santos Oliveira (FSLF / NEC-UFS)
                Mestranda em Letras pela Universidade Federal de Sergipe

Palestra: “A casa Tomada”, de Julio Cortazar.
               Profa. Gisela Reis Góis (UFS)
               Mestranda em Letras pela Universidade Federal de Sergipe
Debate

v  Dia 22 de novembro de 2014: das 14h às 18h

Palestra: “Uma aprendizagem ou o livro dos prazeres”, de Clarice Lispector
              Profa. Sara Rogéria Barbosa Santos (FSLF / NEC-UFS)
               Mestra em Educação pela Universidade Federal de Sergipe

Palestra: A Poética de Manuel Bandeira
              Prof. Wagner Gonzaga Lemos (UFS)
               Mestre em Letras pela Universidade Federal de Sergipe
Debate;
Sarau Poético:  “Manuel Bandeira”.

v  Dia 13 de dezembro de 2014: das 8h às 12h

Espaço reservado para apresentações de trabalhos (comunicações científicas e Banners)

v  Dia 13 de dezembro de 2014: das 14h às 18h

Palestra: "Vereda da salvação, de Jorge Andrade”.
             Prof. Afonso Henrique Fávero (UFS)
              Doutor em Literatura Brasileira pela Universidade de São Paulo

Debate;
Apresentação Teatral da peça Vereda da salvação, de Jorge Andrade;
Coffee –Breack;
Entrega de Certificados.

Para saber mais acesse o blog do evento: http://iicicloliteraturacomentada.blogspot.com.br/

terça-feira, 4 de junho de 2013

Qual a diferença entre "fictício" e "ficcional"?



Qual a diferença entre fictício e ficcional?

Ellen dos Santos Oliveira

Os termos fictício e ficcional são dois adjetivos derivados do substantivo ficção. Para entender o que significa esses dois termos, vamos ver o que significa a palavra ficção. Para Massaud Moisés, em seu Dicionário dos Termos Literários, ficção é sinônimo de invenção ou imaginação e resume a ideia central do conceito de Literatura, isto é, se a literatura é a escrita imaginativa, ela é ficção transmitida através da palavra escrita. Assim, qualquer obra literária, seja ela: conto, novela, romance, soneto, ode, comédia, tragédia, entre outros, constitui-se em expressão dos conteúdos de ficção. Geralmente esse vocábulo é muito utilizado na prosa, como por exemplo: prosa de ficção. (MOISÈS, 2004, p.188)
São denominados fictícios os conceitos que necessitam de um exame crítico para verificar se eles são verdadeiros, já ficcionais, correspondem aos que não tem pretensão de serem verdadeiros e apenas brincam com essa pretensão (SHALAFFER, 1990,p. 145). Ou seja, uma obra literária é considerada fictícia quando ela pode-se dizer “de mentira” e logo duvidamos de sua história, por isso é necessário uma averiguação, é preciso um conhecimento, um saber. Já uma obra ficcional é quando embora seja uma obra de ficção, ela contenha ideias verdadeiras, isto é, não é necessário nenhum trabalho analítico, investigativo ou interpretativo para saber que a obra contém elementos reais.
Vamos aos exemplos: o Romance A Hora da Estrela de Clarice Lispector retrata as condições dos imigrantes nordestinos na cidade do Rio de Janeiro. A cidade, Rio de Janeiro, retratada por Clarice embora seja uma cidade ficcional não é de mentira e por isso não é fictícia, quando lemos a obra, não duvidamos que o Rio de Janeiro realmente exista, já sabemos disso imediatamente. Já o país criado na obra Os Bruzundangas de Lima Barreto é um país fictício chamado Bruzundanga, e sabemos imediatamente que esse país não existe, não com esse nome, ele pode até ser baseado em um país que exista, como o Brasil, mas para chegar a essa conclusão é preciso um conhecimento, um estudo, uma análise.
Veja agora a explicação de Antônio Candido em sua obra A personagem de Ficção sobre fictício e ficcional.
Fictício:
Dentro dêste vasto campo das letras, as belas letras representam um setor restrito. Seu traço distintivo parece ser menos a beleza das letras do que seu caráter fictício ou imaginário.[...] fictício ou mimético que freqüentemente reflete momentos selecionados e transfigurados da realidade empírica exterior à obra, torna-se, portanto, representativo para algo além dêle, principalmente além da realidade empírica, mas imanente à obra  (CANDIDO, 1968, 9-12).

Ficcional:
A delimitação do campo da beletrística pelo caráter ficcional ou imaginário tem a vantagem de basear-se em momentos de “lógica literária” que, na maioria dos casos, podem ser verificados com certo rigor, sem que seja necessário recorrer a valorizações estéticas. Contudo o critério do caráter ficcional ou imaginário não satifaz inteiramenente o propósito de delimitar o campo da literatura no sentido restrito. A literatura de cordel tem caráter ficcional, mas não se pode dizer o mesmo dos Sermões do Padre Vieira, nem dos escritos de Pascal, nem provàvelmente dos diários de Gide ou Kafka.(CANDIDO, 1968 ,p. 09)

Conclui-se que Fictício é um termo utilizado para designar toda obra de ficção que representa além da realidade empírica, é um juízo enunciado pelo saber. Já o ficcional representa um juízo espontâneo da consciência.

REFERÊNCIAS

CANDIDO, Antonio. A personagem de ficção. 2 ed. São Paulo: Editora Perspectiva, 1968.

MOISÉS, Massaud. Ficção. In. Dicionário dos Termos Literários. 12 ed. São Paulo: Cultrix, 2004, p.188)

SCHLAFFER, Heinz. Poesie und Wissen. Frankfurt: Suhr Kamp, 1990.

Fazendo Letras

Este espaço virtual conta com a contribução de professores e acadêmicos do Curso de Letras da FSLF. Contudo, dispostos a prestar um bom serviço para toda a comunidade ligada ao nosso curso, acolheremos as contribuições externas como muito boas vindas. Enviem suas matérias, divulguem seus projetos, trabalhos, pesquisas, análises e comentários sobre obras literárias, informações sobre estágios e concursos e tudo que possa ser compartilhado entre acadêmicos e profissionais do Curso de Letras. Aguardamos material. Um abraço.

Cadastre seu e-mail para receber informações

Sobre os Direitos Autorais

Em obediência à Lei 9.610/98 (Lei de Direitos Autorais), qualquer informação deste BLOG poderá ser reproduzida desde que citada a fonte. Quem assim não o fizer, poderá ser penalizado de acordo com o artigo 184 do CÓDIGO DE PROCESSO PENAL em vigência.