sexta-feira, 10 de maio de 2013

ENVIE SEU POEMA!


Todo mês a Câmara Brasileira de Jovens Escritores seleciona poemas para publicar em antologias. Todo mês são publicadas três antologias: duas de poemas e uma de conto. Caso sua obra seja selecionada, você não terá que pagar pela publicação em livro, havendo que pagar apenas pelos exemplares que desejar adquirir. É uma grande oportunidade para quem quer ter o sonho de publicar em livro realizado.

A seletiva do mês de maio iniciou hoje, e quem quiser participar deve enviar o material para publicação até o dia 31 de maio. Para mais informações consulte o site da CBJE: http://www.camarabrasileira.com/

PARTICIPEM!

Um comentário:

  1. Esse é um artigo que fiz em Versos, sem quaisquer pretensões de perfeição, mesmo porque sequer de “métricas” eu conheço. Sabe aqueles textos que vão sendo criados e vão fluindo naturalmente ao papel... Pois bem, sou advogado de um Grupo Industrial e este texto foi criado após um Acidente do Trabalho de um de seus colaboradores (terceiro), à pedido do Diretor Jurídico. Após as recomendações tb do Gestor de RH, esse foi meu modo de chamar a atenção de todos.




    Assim, espero ter compartilhado de algum modo, a fim de chamar a atenção de empresários e dos próprios empregados quanto à importância do tema.



    Abs a todos e parabéns pelo trabalho no site!!!





    Marcelo Moretti



    IMPORTEM-SE MAIS UM COM O OUTRO!!!!!


    Pior notícia não há
    Do que um acidente relatado
    Quando é do trabalho então
    Deixa a todos desolados

    Ora, a perplexidade é patente
    Por muito temos falado
    Acidentes não aparecem de repente
    São frutos de ações indiligentes

    Inúmeros são os avisos
    Vários são os Pareceres
    Abundantes são as determinações
    Sem, no entanto, quaisquer soluções

    Culpar a quem, digam-me
    Ao laborista acidentado
    Ao telhado mal acabado
    Ou ao gestor desorientado

    Àquele que se cala
    Àquele que não se abala
    Àquele que não obriga
    Àquele......ora, deixem pra lá

    Desculpe-me o desabafo
    Falo aqui como homem, pessoa
    Falo aqui além do profissional
    Assim como fez o gestor de RH

    Falou bem dito gestor
    Falou além do profissional
    Falou como homem de família
    Pensando, também, naquela família

    Complemento sua fala....
    Devemos antes de remediar
    Antes de lamentar
    Devemos nos preparar

    Seja “terceiro ou empregado”
    O que não se quer
    O que não se pode
    É permitir evidente descaso


    Descaso com a segurança
    Descaso com as normas
    Descaso com o patrimônio da empresa
    E pior, com a vida de outrem!!

    Quem quer que seja o profissional
    Não é este ou aquele
    Não estamos aqui para apontar
    Estamos aqui para compartilhar

    Compartilhar soluções
    Compartilhar emoções
    Compartilhar conhecimentos
    E, principalmente, o apreço à vida de outrem

    Últimas palavras
    Uma última vontade
    Se importem mais
    Cuidem um do outro!!!



    Marcelo B. Moretti – 07.02.14





    ResponderExcluir

Fazendo Letras

Este espaço virtual conta com a contribução de professores e acadêmicos do Curso de Letras da FSLF. Contudo, dispostos a prestar um bom serviço para toda a comunidade ligada ao nosso curso, acolheremos as contribuições externas como muito boas vindas. Enviem suas matérias, divulguem seus projetos, trabalhos, pesquisas, análises e comentários sobre obras literárias, informações sobre estágios e concursos e tudo que possa ser compartilhado entre acadêmicos e profissionais do Curso de Letras. Aguardamos material. Um abraço.

Cadastre seu e-mail para receber informações

Sobre os Direitos Autorais

Em obediência à Lei 9.610/98 (Lei de Direitos Autorais), qualquer informação deste BLOG poderá ser reproduzida desde que citada a fonte. Quem assim não o fizer, poderá ser penalizado de acordo com o artigo 184 do CÓDIGO DE PROCESSO PENAL em vigência.