sexta-feira, 10 de setembro de 2010

EU NAMORO COM A VIZINHA

Eu namoro com a vizinha lá no fundo do quintal

Ela namora Pedrinho e eu namoro Roberval

Namoramos sempre juntas, para não nos encontrar

Uma acobertando a outra, pra ninguém desconfiar



Certo dia a minha prima, fofoqueira até demais!

Contou tudo pra painho, confundindo ainda mais

Eu tentando explicar, respondi suas perguntas

Disse: - Eu não namoro ela, nós namoramos juntas



Toda noite é a mesma coisa, vamos juntas pro quintal

Ela namora Pedrinho e eu namoro Roberval

Eu namoro com a vizinha, eu com ela, e ela comigo

Uma encobrindo a outra, pra ninguém correr perigo

Ellen dos Santos Oliveira

2 comentários:

  1. Caríssima Ellen, gostei muito do seu poema, criativo. Continue a trilhar o fértil caminho da literatura para aprimorar cada vez mais a veia poética, que lá no fundo, existe em todos nós.

    Abraços poéticos

    ResponderExcluir
  2. Amei seu poema,Ellem.Continue escrevendo, pois vc tem um grande potencial.
    Abraço da amiga
    Vera Norma

    ResponderExcluir

Fazendo Letras

Este espaço virtual conta com a contribução de professores e acadêmicos do Curso de Letras da FSLF. Contudo, dispostos a prestar um bom serviço para toda a comunidade ligada ao nosso curso, acolheremos as contribuições externas como muito boas vindas. Enviem suas matérias, divulguem seus projetos, trabalhos, pesquisas, análises e comentários sobre obras literárias, informações sobre estágios e concursos e tudo que possa ser compartilhado entre acadêmicos e profissionais do Curso de Letras. Aguardamos material. Um abraço.

Cadastre seu e-mail para receber informações

Sobre os Direitos Autorais

Em obediência à Lei 9.610/98 (Lei de Direitos Autorais), qualquer informação deste BLOG poderá ser reproduzida desde que citada a fonte. Quem assim não o fizer, poderá ser penalizado de acordo com o artigo 184 do CÓDIGO DE PROCESSO PENAL em vigência.